quinta-feira, 29 de novembro de 2012

RISCOS DE DEPENDÊNCIA

Esta diretamente ligado a Prontidão dos efeitos, a intensidade e duração dos mesmos: 

1) Quanto mais RÁPIDO e IMEDIATO o inicio dos efeitos desejados; 

2) Quanto mais FORTE os efeitos 

3) Quanto mais CURTA duração 

MAIOR OS RISCOS PARA AQUIRIR A DOENÇA. 

Portanto, a via de administração de uma droga esta diretamente ligada ao risco de adquirir a doença. 

As vias são: Oral (chá e mascar folhas); Nasal (pó), Injetável e Pulmonar (fumada). 

Portanto as drogas injetáveis e as fumadas, como o CRACK, MERLA, PASTA BASE E OXY, são todas cocaína fumada, mas como a via de administração e a pulmonar, tem: 

- Efeito Imediato (8 seg.) CRACK 

- Efeito muito forte (é uma paulada no cérebro) 

- Duração extremamente curta. 

ISTO FAZ COM QUE O USUARIO PASSE A USAR MAIS E MAIS DROGA, PARA TENTAR ATINGIR NOVAMENTE OS EFEITOS DESEJÁVEIS, CONSEQUENTEMENTE SE INSTALANDO A DOENÇA CRÔNICA DA DEPENDENCIA QUÍMICA. 

Matéria publicada no Informativo CRIC – Novembro/2012 
Élio Nepomuceno de Andrade – Cel.Ref. Farm. Bioquímico

Nenhum comentário:

Postar um comentário